Processo de regularização fundiária das Moradias Timbú é acompanhado de perto pela Prefeitura junto à Cohapar
04/04/2019 Administração

Em recente visita ao presidente da Cohapar, Jorge Lange, o prefeito Bihl Zanetti conversou sobre o processo de regularização fundiária das Moradias Timbú.

 

O projeto envolve a regularização de 172 lotes construído pela Cohab Curitiba e a Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (COMEC) para abrigar famílias residentes em locais de risco às margens de rios que formam a bacia do Iguaçu. O processo de regularização da área foi iniciado em 2012 pela Cohapar e a prefeitura e, após uma série de entraves legais, está em fase de conclusão.

 

A estimativa é de que, com a finalização do processo envolvendo a área, a emissão dos títulos de propriedade em nome dos moradores seja iniciada ainda em 2019. Por enquanto, as famílias possuem um documento provisório emitido pela Cohapar que já garante a segurança jurídica de suas casas.

 

Segundo o prefeito, a administração municipal estuda a aquisição de áreas que possam receber as obras. “O próximo passo será a análise técnica da documentação e das áreas pelos funcionários da Cohapar e da prefeitura para avaliar a viabilidade de implantação”, informa Bihl Zanetti.

 

De acordo com o presidente da Cohapar, as ações de regularização fundiária serão tratadas com prioridade pela empresa. “Entre as principais linhas de atuação da companhia sob a gestão do governador Ratinho Junior está a legalização de imóveis, pois o reconhecimento de propriedade é um dos primeiros passos para o desenvolvimento social e econômica das famílias paranaenses”, afirma Lange.

Veja as Fotos