Doses contra a gripe acabam nas Unidades de Saúde. Prefeitura depende do Estado para o envio de novos lotes
UBS criam lista de espera e pacientes serão contatados por telefone
26/03/2020 Saúde

Diante da Campanha  Nacional de Vacinação contra a Gripe, presente em todas as Unidades Básicas de Saúde de Campina Grande do Sul desde segunda-feira (23), as equipes responsáveis pela imunização comunicaram o fim das doses nos locais de imunização.

 

Ocorre que, devido a intensa demanda nos locais de vacinação, num curto espaço de tempo, as doses da vacina não duraram o bastante para garantir o atendimento ao público-alvo da primeira etapa da campanha, ou seja, pessoas com 60 anos de idade ou mais, além de profissionais da saúde.

 

Segundo a secretária municipal de Saúde, Andiara Cristina Bandeira Filippin, é preciso que haja paciência por parte da população. “Já no primeiro dia da campanha o estoque simplesmente esgotou. Não há razões para desespero. Haverá vacina para todos, mas elas chegam aos poucos até o município”, explica a secretária, referindo-se a logística existente por parte da Secretaria Estadual da Saúde (SESA), responsável pela distribuição dos kits de vacinação. 

 

Ainda conforme Andiara, as Unidades Básicas de Saúde estão criando listas de espera para que os pacientes sejam contatados por telefone. “Assim que recebermos mais doses da vacina, faremos contato com as pessoas. A ideia é evitar idas e vindas desnecessárias entre os pontos de imunização e as residências”, esclarece.

 

“Assim que o município receber as novas doses, elas serão aplicadas de forma gradativa. Do contrário o problema irá persistir e não haverá kits suficientes para um curto espaço de tempo”, reforça a secretária.

 

QUEM DEVE SE VACINAR – Nesta primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, homens e mulheres com 60 anos de idade ou mais, devem se vacinar. As doses também são destinadas a profissionais da saúde. O período, que teve início na segunda-feira (23), vai até 15 de abril. 

Veja as Fotos