PORTAL DE NOTÍCIAS

01/06/2022   Segurança  

Maio Amarelo: blitz educativa encerra mês de conscientização sobre o trânsito

       Durante todo o mês de maio, a Secretaria Municipal de Ordem Pública e Segurança, por meio do Deptran – Departamento Municipal de Trânsito e em conjunto com a Guarda Civil Municipal - GCM, promoveram diversas ações como parte da programação do Movimento Maio Amarelo, com o objetivo de conscientizar a população sobre os cuidados e a segurança no trânsito.

Entre as ações, foram destaques as palestras educativas realizadas junto às turmas de quinto ano das escolas municipais José Eurípedes Gonçalves, Augusto Staben, Lucídio Florêncio Ribeiro e Santa Letícia. Ainda, o Deptran e a GCM, coordenaram e organizaram blitz educativas para orientar os motoristas. A ação contou também com a presença da Polícia Militar do Paraná.

Neste ano, o mote central do movimento Maio Amarelo é com relação ao motorista em duas rodas, ante ao elevado número de acidentes de trânsito envolvendo os motociclistas, em todo o país. Por este motivo, o panfleto entregue nas blitz continham uma seção reservada exclusivamente para as orientações e alertas aos motociclistas, além das orientações gerais a todos os demais.

Além das ações educativas, a Prefeitura, por intermédio do Deptran, vem realizando constantemente diversas ações preventivas para a redução do número dos acidentes, através da implantação de redutores de velocidade (cerca de 110 entre lombadas e faixas elevadas, somente nos últimos dois anos) e manutenção constante da sinalização horizontal (pintura) e vertical (placas), tanto na área urbana, como na rural.

De acordo com levantamento feito pelo Deptran, há uma crescente no número de veículos em circulação no município. O estudo fez um comparativo entre os anos de 2021 e 2022. Constata-se, a partir dos indicadores que há um aumento de 5,19% na frota e 7,96% do número de motos e motocicletas circulando.
Também foram apontados dados referentes a acidentes no município, Segundo os dados, no ano de 2021 de Janeiro a Abril foram registrados 234 acidentes, com 56 feridos e 2 óbitos, Dos 211 veículos envolvidos nestes acidentes, 31 foram motocicletas ou motonetas, ou seja, cerca de 14,7%. Já em 2022 até mês de Abril foram registrados 73 acidentes, com 17 feridos e dois óbitos. Dos 206 veículos envolvidos nestes acidentes, 44 são motocicletas ou motonetas, ou seja, cerca de 21,36%. Portanto, demonstra-se um número maior de acidentes envolvendo motos.

A diretora de Trânsito, Arielly de Souza Dantas, afirmou que “as ações realizadas pelo poder público auxiliam na redução dos índices dos acidentes de trânsito no município, mas não devemos esquecer que cada usuário da via tem a sua parcela na responsabilidade de se fazer um trânsito seguro. Não há receita mágica, mas se cada um respeitar a sinalização, dirigir com atenção, e ficar atento às normas de trânsito, com certeza reduziremos o número de acidentes e, portanto, teremos um trânsito cada vez mais seguro”. Ainda, o secretário de Ordem Pública e Segurança, Jefferson Rosa Cordeiro, fez um balanço positivo das ações realizadas e destacou “cada vez mais a população tem se mostrado receptiva às ações educativas realizadas e o nosso objetivo aos poucos vem sendo atingido, qual seja, a conscientização da população com relação à necessidade de se fazer um trânsito seguro e eficiente. Trabalhamos constantemente para que o cidadão campinense sinta essa segurança nos seus deslocamentos e estamos certos de que, se todos contribuírem, a nossa meta será atingida”.

Na Internet, os sites e perfis oficiais da Prefeitura também realizaram a divulgação da campanha voltada a educar e conscientizar os condutores e pedestres, sobre as atitudes que podem preservar vidas. Com o slogan “Juntos salvamos vidas” as mensagens fizeram alusão às medidas que podem fazer a diferença entre a vida e a morte no trânsito, bem como deixou claro, mais uma vez, que um trânsito seguro é dever e responsabilidade de todos.

Fotos: Diego Tiller/PMCGS



Fotos


MAIS NOTÍCIAS