PORTAL DE NOTÍCIAS

07/06/2022   meio-ambiente  

Projeto Rio Vivo soltou 150 mil peixes na Represa do Capivari

        

        A Prefeitura de Campina Grande do Sul, por meio de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Infraestrutura, Meio Ambiente e Logística e a Superintendência de Pesca e Bacias Hidrográficas do Paraná, realizaram no dia 28 de maio a soltura de 150 mil peixes, na rampa da Praça do Pescador - Parque Municipal Ari Coutinho Bandeira, situado na Represa do Capivari. Além da soltura dos animais, houve também o plantio de 25 árvores nativas.

        O Programa Rio Vivo, lançado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e Turismo (Sedest), em parceria com Instituto Água e Terra (IAT), visa a preservação da vida aquática nas 16 bacias hidrográficas do Estado, oferecendo melhores condições para seu desenvolvimento e, assim, garantindo água para todos. Até o mês de maio deste ano, foram soltos mais de 2 milhões de peixes. O objetivo do programa é atingir a meta de 2,6 milhões de alevinos e juvenis soltos até o final de 2022.

        A Represa do Capivari foi repovoada com lambaris juvenis. De acordo com o superintendente-geral da Pesca e Bacias Hidrográficas e coordenador do Rio Vivo, Francisco Martin, essa espécie indica que o local onde ela se encontra é um local preservado. De acordo com ele, os peixes juvenis são do tamanho adequado para que cresçam e se reproduzam. “O lambari é o peixe mais exigente da ictiofauna paranaense, pois exige água limpa. Embora seja pequeno, é o peixe mais predador, se alimenta de larvas, limpando ainda a área”, disse. “O Rio Vivo é um projeto importante que está recuperando nossas bacias”, finalizou.

     O prefeito Bihl Zanetti, elogiou a organização do evento. “Quero parabenizar o Departamento de Meio Ambiente e de Agricultura, e demais responsáveis pela organização desse evento. Agradeço ao governador Ratinho Júnior, hoje representado aqui pelo Francisco Martin, por inserir Campina Grande do Sul neste importante programa que é o Rio Vivo, com o repovoamento da nossa Represa. Esse movimento estimula a prática da pesca esportiva e deixa o turismo regional em evidência, e educa as pessoas, principalmente as crianças para a importância da preservação da fauna e da flora em nosso município. É um programa muito importante e estamos felizes em participar”, concluiu.

        Participaram do evento o prefeito Bihl Zanett e a primeira-dama, Fabiana Magrin Zanetti; a vice-prefeita Belenice Koffek Buff Rotini; o secretário municipal de Infraestrutura, Meio Ambiente e Logística, Júnior Bandeira; o vice-presidente da Câmara de Vereadores, Felipe Veiga; o superintendente da Pesca e Bacias Hidrográficas do Estado, Francisco Martim; o chefe regional do IAT de Curitiba, Luiz Fornazzari Netto; o vice-presidente paranaense de Pesca Esportiva, Hélio Zanela; o 1º tenente do Corpo de Bombeiros Sérgio Hain; demais secretários e vereadores municipais, moradores, pescadores e pisicultores da região. O evento também contou com a participação de alunos do ensino fundamental da Escola Municipal Humberto de Alencar Castelo Branco, da localidade da Barragem.


Projeto para desenvolvimento

        Durante seu discurso, o superintendente-geral da Pesca e Bacias Hidrográficas e coordenador do Rio Vivo, Francisco Martin, falou em desenvolver uma ação em parceria com a Prefeitura, para estimular e fomentar a produção da Tilápia, que vem se consolidando há alguns anos como a preferida dos produtores e consumidores da região. Esse projeto está previsto para o segundo semestre de 2022.


Com assessoria da Agência Estadual de Notícias - PR.


Fotos: Diego Tiller/PMCGS e Alessandro Vieira/ SEDEST





Fotos


MAIS NOTÍCIAS